O exemplo de talento e superação de João Carlos Martins inspira o espetáculo teatral Concerto Para João, com direção de Cassio Scapin e texto de Sérgio Roveri, que estreia no dia 10 de agosto no Teatro FAAP, onde fica em cartaz até 02 de dezembro de 2018. A trajetória do maestro mais amado do país já foi contada no cinema pelo filme “João, O Maestro” (2017), de Mauro Lima, que, assim como a peça, traz como protagonista o ator Rodrigo Pandolfo.

E atenção: nos dias 8 e 9 - ambos os dias às 20h -  acontece o Ensaio Geral do espetáculo e o leitor Catraca Livre tem entrada gratuita. Para assistir é necessário apresentar este post na bilheteria do teatro meia hora antes do início da apresentação. No dia 8 acontece uma conversa especial com  os artistas e no dia 9, um concerto com o maestro -   ele faz uma aula palestra sobre a obra de Johann Sebastian Bach e será entrevistado pelo jornalista Gilberto Dimenstein.

Créditos: Divulgação/ Concerto para João

Rodrigo Pandolfo interpreta João Carlos Martins e é protagonista do espetáculo

A encenação se passa durante uma das várias cirurgias às quais o pianista foi submetido para tentar continuar tocando. Dividido entre o sono da anestesia e a vigília, ele revive alguns de seus grandes concertos, narra os inúmeros episódios de superação e recebe a visita de um homem misterioso, com quem estabelece uma relação humana e musical. A trama transita entre fantasia e a realidade para narrar as glórias e os desafios enfrentados por um dos maiores músicos brasileiros ao longo de seus 60 anos de carreira.

Este é o quarto trabalho sobre a vida do maestro. “Já foram feitos dois documentários na Europa e um filme aqui no Brasil, todos muito bons. Pura arte. Agora, no teatro, há uma espécie de mistério na ligação entre o elenco e o público. Falo isso, porque muitas das minhas gravações foram feitas ao vivo, com público, no fundo, o que fiz de melhor é quando tinha o público ouvindo, aquela ligação fazia com que todas as gravações tivessem algo de mistério. Para mim o Pandolfo chega à beira da genialidade”, afirma.

Sobre o maestro

Em 2004, aos 64 anos, João Carlos iniciou os seus estudos de regência. Seis meses depois, apresentou-se com sucesso em Londres, Paris e Bruxelas, como regente convidado, imprimindo em suas interpretações a mesma dinâmica que fazia quando pianista.

Créditos: Divulgação/ Concerto para João

Com dramaturgia de Sérgio Roveri, espetáculo estreia em agosto no Teatro Faap

Em 2006, idealizou a Fundação Bachiana, com a missão de levar a música clássica às pessoas que pouco, ou nunca, ouviram falar dela. Construiu uma sólida carreira com a sua Bachiana Filarmônica SESI-SP, a primeira orquestra brasileira a se apresentar no Carnegie Hall (2007).

Atualmente, a Fundação Bachiana mantém oito núcleos de musicalização para crianças e jovens pelo Brasil e tem realizado cerca de 80 apresentações por ano. Mesmo com todas as limitações físicas, no final dos concertos João Carlos costuma deixar a regência e sentar-se ao piano para rápidas e emocionantes apresentações.

Concerto Para João

10 Ago
a
02 Dez

Diariamente de 10/08 (Sex) a 02/12 (Dom) às 20:00 

Faap - Fundação Armando Álvares Penteado
Rua Alagoas, 903 Higienópolis São Paulo - SP (11) 3662-7000
R$70

Sobre nós

O VilaMundo é uma iniciativa do Instituto Acqua, em parceria com o Catraca Livre e a Cuponeria.